Voo 1907: Famílias das vítimas iniciam campanha

SOURCE: The Relatives and Friends of the Victims from Flight 1907 Association

CURITIBA, BRASIL–(Marketwire – September 24, 2010) – A Associação dos Familiares e Amigos das
Vítimas do voo 1907, iniciam uma campanha no mês em que se completa quatro
anos do acidente com o voo 1907, ocorrido em 29 de setembro de 2006, que
vitimou 154 pessoas, para reunir assinaturas de apoio pedindo providências
às empresas American Airlines e Excelaire com relação aos dois pilotos
norte-americanos, Joseph Lepore e Jan Paul Paladino, réus em dois processos
criminais no Brasil por causarem o acidente.

Eles pilotavam o jato Legacy que derrubou o Boeing da Gol. O jato conseguiu
pousar na Base Aérea do Cachimbo e o Boeing caiu no Norte do Mato Grosso,
no meio da Floresta Amazônica. A campanha visa relembrar a população
brasileira sobre o acidente e conscientizar a população sobre o desfecho do
acidente. Neste mês, a campanha “190 milhões de vítimas” quer reforçar que
o número de vítimas não foram somente as 154 pessoas que morreram no
acidente, mas sim, toda a população do país, dado que até hoje os pilotos
americanos não foram condenados ou considerados culpados e continuam
pilotando, na American Airlines e Excelaire, normalmente. “Isso significa
que os dois, que demonstraram tanta negligência e imperícia, e derrubaram o
Boeing, estão pilotando e transportando pessoas e que isso é um risco para
toda a população”, ressalta Rosane Gutjahr, viúva de uma das vítimas.

Para ter o apoio da população brasileira e internacional, foi criado o site
www.190milhoesdevitimas.com.br em português e inglês para que as pessoas
possam incluir suas assinaturas de apoio e relembrar o acidente. A ação
está sendo fortemente trabalhada, também, nas mídias sociais como Youtube,
Orkut, Facebook e Twitter. O pedido é que os pilotos sejam punidos e tenham
seus brevês cassados, pressionando as empresas aéreas a tomarem
providências administrativas contra eles.